PCI assume Thunderbolt, grandes preocupações para seus promotores



Did you know what lies behind the USB 3.0 or Thunderbolt controller? It's of course the bus that connects it to the rest of the system, PCI-Express. It is the 500 MB/s per lane interconnect that is indirectly responsible for the awesome bandwidth that today's plug and play interfaces such as eSATA 6 Gb/s, USB 3.0, and Thunderbolt 10 Gb/s enjoy. What if you could eliminate the protocol overhead that comes with any of those protocols, and make PCI-Express directly an interconnect? So thought the PCI Special Interest Group (SIG), the body that decides the fate of PCI. The SIG is planning to create a cabled version of PCI-Express Gen 3, that has no secondary protocol overhead, not even of the kind Infiniband has.

Uma única pista PCI-Express 3.0 pode fornecer 8 Gbps (1 GB / s) de largura de banda em cada direção, a nova interconexão por cabo pode fornecer largura de banda de quatro pistas Gen 3, totalizando 32 Gbps, mais de três vezes a da versão atual do Thunderbolt . Além dessa largura de banda, o PCI-E com cabos será projetado para fornecer 20W de energia aos seus dispositivos, bastante energia para até um pequeno rack HDD de 3 compartimentos. O conector em si será projetado para ser muito compacto e plano, para que possa ser instalado em notebooks e tablets. A PCI SIG planeja ter as primeiras especificações do PCI-Express cabeadas prontas antes de junho de 2013. Até 2013, a Intel estará a cerca de 2 anos do lançamento da versão proposta do Thunderbolt de 50 Gbps, mas mesmo assim, o Thunderbolt é um protocolo adicional o barramento do sistema (novamente, PCI-Express), a menos que a Intel projete controladores Thunderbolt para, de alguma forma, conversar com a CPU por QPI.
Source: EETimes